Return to site

Telemedicina - Uma Estratégia para Ampliar o Atendimento e Reduzir Custos na Saúde

DESAFIO DA SAÚDE NO BRASIL

Os modelos vigentes de atenção à saúde, sejam públicos ou privados, estão enfrentando enormes dificuldades em responder às necessidades sociais e, em um horizonte de médio e longo prazo, vislumbra-se a necessidade do sistema de saúde no Brasil tratar mais pacientes, utilizando relativamente menos recursos financeiros e com menos profissionais.

A crise nas finanças públicas, a tendência ao envelhecimento da população e a falta de médicos especialistas, principalmente em regiões afastadas dos centros urbanos, são os principais pilares que aprofundam essa crise.

URGÊNCIA POR MUDANÇA

Cresce, portanto, a demanda por soluções diferentes daquelas formuladas até o momento. Nesse processo de transição, a grande difusão de novas tecnologias de comunicação apresenta-se como oportunidade para vencer a crise. A área da saúde, por sua vez, vem aderindo a algumas dessas inovações que conectam tecnologia e medicina, com grande destaque para a Telemedicina.

O QUE É A TELEMEDICINA

A telemedicina, segundo a OMS - Organização Mundial da Saúde, é a oferta de serviços ligados aos cuidados com a saúde nos casos em que a distância é um fator crítico, ampliando a assistência e também a cobertura. A telemedicina conecta profissionais de saúde a outros profissionais e a especialistas no diagnóstico ou tratamento de um paciente sem exigir deslocamentos. O seu maior objetivo é oferecer serviços de saúde a pacientes em áreas remotas ou rurais, disponibilizando solução para problemas como a falta de profissionais médicos e de estabelecimentos de saúde.

TELEMEDICINA AMPLIA ACESSO DOS PACIENTES AOS ESPECIALISTAS, AO MESMO TEMPO EM QUE REDUZ OS CUSTOS PARA OS GESTORES HOSPITALARES.

As vantagens desse serviço para o paciente são o atendimento local, sem necessidade de transferência; o acesso rápido à medicina de qualidade e também a profissionais de referência, mesmo estando longe dos centros urbanos. Além disso, os hospitais que aderem à telemedicina também colhem frutos nesse processo, evitando gastos com deslocamentos de pacientes e, principalmente, alocando melhor seus recursos para a prevenção e tratamento das doenças.

Podemos destacar como exemplo de vantagens da telemedicina:

  • Ampliação do contato entre pacientes e médicos de diferentes especialidades;

  • Facilidade na troca de informações entre os serviços de saúde;

  • Diminuição do deslocamento de pacientes a hospitais e grandes centros urbanos; Aumento da qualidade dos laudos emitidos e maior agilidade na entrega.

Dessa forma, a telemedicina se apresenta como uma forma de transpor barreiras culturais, socioeconômicas e, principalmente, geográficas para que os serviços e informações em saúde cheguem a toda população.

Quer entender mais sobre telemedicina e como ela funciona no Brasil?

Entre em contato com Ceanne, por e-mail fernando@ceannetelemedicina.com ou por telefone (51) 99976.5573.

All Posts
×

Almost done…

We just sent you an email. Please click the link in the email to confirm your subscription!

OK